Porquê aprender Python: 5 motivos para começar AGORA!

Se você ainda não é um Pythonista, ou ainda não conhece o potencial do Python, esse post é pra você!

Mas, se você curte Python e já usa no seu dia a dia, seja no trabalho, na universidade, na universidade ou nos seus projetos pessoais, conta pra gente: qual a sua motivação para usar Python? Por que você resolveu utilizá-lo? Conta pra gente aqui embaixo!

Nesse post vamos abordar os motivos para alguém conhecer e aprender Python, essa linguagem de programação fascinante.

Os motivos que eu acho que mercem destaque (claro que existem outros), são:

Os 5 motivos para se aprender Python:

Então vamos nessa!

Python é ótimo para iniciantes

Primeiro, vamos responder uma pergunta simples: o quê faz uma linguagem de programação ser “fácil de aprender”?

Ao meu ver, 2 fatores são essenciais:

  • Simplicidade
  • Velocidade de aprendizagem

Simplicidade

Python tem diversas característica que fazem dela uma linguagem dita simples.

Primeiro, trata-se de uma linguagem de alto nível, ou seja, não é necessário (mas aconselhável) conhecer detalhes de hardware, ou linguagens de baixo nível para começar a aprender Python.

Requer menos código para concluir tarefas básicas (como loops, estruturas de decisão, tratamento de exceção, declaração de classe, etc) quando comparado a outras linguagens, como Java (código de 3 a 5 vezes menor) e C (de 5 a 10 vezes menor). Código menor = menor chance de erro!

Velocidade de aprendizagem

Por ser uma linguagem de programação simples, quem começa a programar em Python rapidamente estará desenvolvendo programas complexos e robustos!

Aprendendo o básico de Python, você estará apto a desenvolver:

(Muito melhor que ver o resultado apenas no terminal né gente?!)

Versatilidade

Python possui mais de 130 mil bibliotecas de terceiros (exatamente 135042 - no momento em que escrevo)!

Essas bibliotecas fazem do Python muito útil para propósitos específicos, desde o tradicional desenvolvimento web, ou processamento de imagens, até tecnologia de ponta, como Inteligência Artificial, Machine Learning e Deep Learning.

A linguagem que ajuda um biomédico no estudo do sequenciamento genético de uma espécie, é a mesma que ajuda um cientista de dados a identificar fraudes e tentativas de lavagem de dinheiro mundo afora!

Multiplataforma

Por ser uma linguagem interpretada, e não compilada para linguagem de máquina, Python pode ser executado em diferentes plataformas.

Mas primeiro, vamos enteder a diferença “intepretada vs compilada”!

Uma linguagem interpretada é aquela na qual seu código-fonte é lido por um interpretador e convertido em código executável, o qual será executado por uma máquina virtual. Em Python, esse processo é dividido em 4 etapas:

  • Análise Léxica: Quebra do código-fonte em tokens (strings com sentido identificado).
  • Parsing: Processo de pegar esses tokens e gerar estruturas que mostram o relacionamento entre cada token (no caso do Python, essa estrutura é uma Abstract Syntax Tree - AST).
  • Compilação: Transformação de uma AST em um ou mais Code Objects (“pedaços” de código executável).
  • Interpretação: De posse dos Code Objects, o Interpretador então executa os códigos ali representados.

Já uma linguagem compilada é processada por um compilador diretamente do código-fonte para linguagem de máquina específica para um processador e sistema operacional.

Portanto, Python (que é uma linguagem interpretada) roda em diferentes plataformas, pois basta ter um interpretador para processar o código-fonte em qualquer sistema ou processador. Com Kivy, por exemplo, podemos empacotar nossa aplicação para Windows, Mac, Linux, iOS e Android!

Top!!

Comunidade

Geralmente, ao iniciar o aprendizado de uma nova linguagem, nos deparamos com muitos obstáculos.

As vezes não entendemos a sintaxe.

As vezes não entendemos a mensagem de erro.

As vezes não conseguimos nem achar o erro.

Quando isso acontece, temos algumas alternativas:

  1. Primeiro: fechar a IDE e ir jogar um Dota, um LoL, um WoW (mas você é mais forte que essa tentação! :wink: )
  2. Segundo: procurar na documentação/referência e tentar encontrar a solução do impasse por conta própria.
  3. Terceiro: procurar uma comunidade e torcer para que uma alma companheira lhe ajude.

No terceiro ponto, duas coisas podem acontecer:

  • Sua dúvida ser acolhida e respondida; ou
  • Sua dúvida cair no limbo das questões não resolvidas do StackOverflow

No caso do Python, sua dúvida dificilmente cairá no limbo e veja abaixo o porquê!

Crescimento do Python no StackOverflow

Essa imagem mostra o crescimento de visualizações em questões relacionadas à Python.

Ou seja, pelo gráfico cerca de 10.5% das visualizações mensais do StackOverflow são em tópicos relacionados à Python! Isso é MUITA COISA!

Mercado

“Mas que blá blá blá! E quem usa esse tal de Python?”

Reuni aqui diversas fontes que comprovam que aprendendo Python, você também estará se capacitando para o mercado de trabalho.

Falando primeiro de salários…

A seguinte pesquisa feita analisando as vagas disponíveis no site indeed.com nos Estados Unidos mostra que as vagas Python estão na segunda colocação em remuneração (perdendo apenas para vagas de Ruby e Ruby on Rails):

Média de salários

Infelizmente, não achei nenhuma pesquisa, nem dados específicos sobre vagas para programadores Python aqui no Brasil.

Mas… Como você é um pythonista, não há fronteiras que lhe parem!

Acredite em você, faça um curso de inglês e vá para o mundo! As vagas estão aí :wink:

Falando agora da utilização do Python no mercado!

Você sabe dizer o que Nasa, Google, YouTube, Disney, IBM e Spotify tem em comum?

Adivinhem…

Todas empregam Python em algum lugar de sua estrutura tecnológica!

Nesse artigo, o pessoal do Spotify Labs explica onde Python está presente: serviços de backend e análise de dados!

No site code.nasa.gov, você pode procurar por “python” e ver a quantidade de projetos que utilizam Python!

Essa pesquisa mostra a popularidade das linguagens através da análise de dados do Github, API de pesquisas do Google, Google Trends, Twitter, Github, StackOverflow, Reddit entre outras fontes. Ela mostra que Python é a “linguagem mais popular” dentro de um universo de 48 linguagens (como Java, C, Objective-C, C#, etc), tendo atingido o topo em 2017!

Conclusão

Espero que esse post tenha te convencido a começar a aprender Python AGORA!! E claro que você pode contar com a Python Academy nessa jornada!

Quer sugerir algum artigo? Tem alguma crítica ou sugestão? Use o espaço de discussões aqui embaixo! Seu feedback é muito importante!

Nos vemos no próximo post!

Gostou do conteúdo? Compartilha aí!